sábado, 26 de março de 2011

" O NOSSO AMOR ACABARA "



Estava um dia lindo e como seria bom aproveitar este sábado para dar um passeio, para namorar e conversar tudo que viesse a cabeça. Fazer planos para viajar, ter filhos e tantas outras coisas que era só felicidade. Assim era o nosso casamento e não podia me queixar.

Agora o nosso relacionamento estava um tanto abalado e já fazia uns dois meses que quase não nos falávamos. Queria tanto entender qual o motivo que o levou a agir com tanta frieza a ponto de não me sentir mais amada. Estava muito triste e infeliz não desabafando com ninguém o que eu estava passando. Esse silêncio, essa minha acomodação estava me levando a uma depressão muito grande.

Quando chegava o final de semana eu ficava prostrada e se deixasse dormia o dia inteiro. Levantei no meio da tarde, peguei um copo d’água e fui para a varanda do apartamento respirar um pouco de ar puro e admirar as flores das árvores, o lindo céu azul que me enchiam de novas energias para suportar aquele abandono.

Aquele grande amor estava enfraquecendo e ele praticamente não me procurava, não tínhamos mais um momento a sós  e quando tentava me aproximar ele disfarçava e inventava algo para fazer ou para sair de casa. Como eu posso demonstrar amor por uma pessoa que dia após dia após dia vive me rejeitando?

O que poderia imaginar que teria acontecido para ele agir assim me ignorando como se eu não existisse? Para mim ele estava muito doente ou tinha outra mulher e eu era uma boboca que estava ali muda sem reclamar meus direitos exigindo uma explicação.

Realmente eu tinha que reagir e não continuar naquela inércia. Todos os dias eu tomava todas as preucações para que nossos caminhos se cruzassem o mínimo possível. Isso já era um sinal de que o nosso amor acabara e que aquele casamento era uma farsa.

Estava decidida a colocar um ponto final nessa situação, pois tinha uma vida inteira pela frente para ser desfrutada e não ficaria ali entregue as baratas aceitando as condições de um homem perturbado. Acho até que é isso que ele está esperando que eu tome a decisão. Então ela já está tomada e amanhã mesmo vou conversar com meus pais e procurar um advogado pedindo o divórcio.

Quando nos apaixonamos loucamente vivemos momentos inesquecíveis e achamos que será para sempre. Aprendi que isso é uma doce ilusão e que felizes daqueles que tem a felicidade de encontrarem a sua alma gêmea.

Não consegui acertar na primeira tentativa, mas muita coisa boa tirei desse casamento, muita experiência e muito aprendizado que só me ajudará a ser mais cautelosa na busca da minha felicidade.

RSantos

15a. Edição Desafio
Tema: a sós
Projeto Creativité

Participação Ouat
63a. Edição Filme e Livro
16/01/2011
imagem NET

2 comentários:

Jéssica disse...

Oi. Gostei do seu blog. Se puder segue o meu blog ? http://xxx-memories-xxx.blogspot.com/
Ficarei feliz em ver você por lá no meu cantinho.

Obrigada pela atenção.
Ass: Jéssica.
Bjoos ♥

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

O melhor que se pode fazer
sobre um amor que quer partir,
é deixá-lo partir.
Não há erros ou acertos
nesta história.
Tudo o que existe é o tempo,
e o amor como todas as coisa,
infelizmente também tem seu tempo.

Que sempre haja tempo para os sonhos
em tua vida.