quinta-feira, 14 de abril de 2011

" Tudo na vida tem um preço "


Para viver intensamente é necessário conviver com os riscos. Só posso nesse momento traduzir a minha dor com essa frase que foi escrita com sabedoria.

Tantos anos trabalhando como professora no ensino do inglês na área de Intercâmbio e lidando com tantos jovens de outros países nunca havia me relacionado com ninguém, mas sempre chega um dia que o nosso coração não resiste.

Foram seis meses que o Charles ficou aqui na Central School of English situada no coração de Londres, do lado da estação de metrô, perto das atrações turísticas, dos cinemas, museus e teatros mais conhecidos.

Durante as aulas nossos olhares se encontravam e mesmo sentindo uma grande atração procurei evitar qualquer aproximação fora da escola, mas um dia, depois da aula, ele chegou perto de mim dizendo:
- Mary não quer ser minha guia turística este final de semana?
O fato de estar tão perto de mim, o calor de sua voz, o seu cheiro e tudo que me atraia me levou sem sentir a responder:
- Claro que sim Charles e vai ser muito bom para colocar em prática a sua conversação.

Foi assim que começou o nosso relacionamento. Uma paixão sem limites que nos dominou de uma forma sublime, apaixonante aflorando desejos incontroláveis.

Quando estávamos juntos nossos corpos eram tomados por ondas de calor e não havia barreiras entre nós. O tempo se encarregou de nos moldar um ao outro sem precisar de aulas ou ensaios.

Vivíamos cada momento intensamente e nossos sentimentos ficavam a cada dia mais forte. Não havia cobranças, nem planos, existiam dias serenos, alguns mais agitados, mas nada que tirasse nossa felicidade.

Tudo foi muito bom até o dia inevitável de sua partida. Sabia que esse momento chegaria e que seguiria o seu caminho e só restariam as lembranças dos momentos que vivemos juntos e as saudades que ficariam pela sua ausência.

O que não imaginei e nem previ nisso tudo é que eu iria me apaixonar de verdade e agora tinha que conviver com esses riscos. Precisava me controlar para não demonstrar a tristeza que estava sentindo.

Passamos a última noite juntos sem pensar no dia seguinte. Todas as despedidas são difíceis e nos abraçamos milhares de vezes como se nunca mais fôssemos nos ver.

Charles despediu-se de todos na Escola e entrou no carro que o levaria ao Aeroporto.

Depois que partiu nem olhei para trás para que não percebesse que os meus olhos estavam cheios de lágrimas. Não queria que ele seguisse sua viagem com essa imagem de tristeza.

Enxuguei as lágrimas dos meus olhos e engoli em seco tentando disfarçar um sorriso. E assim fiquei olhando para o vazio.

Tudo na vida tem um preço e o que me restava agora era dar tempo ao tempo para tudo voltar ao normal.


RSantos

16a. Edição Começo e Fim
Tema: Começar com " aspas" e terminar com "L"
Projeto Creativité

19a. Edição Roteiro
Imagem Projeto
Pauta Blóínquês

2 comentários:

✿ chica disse...

Lindo e profundo com uma grande verdade.Tudo tem seu preço...beijos,ótimo fds!chica

rafaela ivo, disse...

É sempre bom ler seus textos, eu vejo pouquíssimos erros, no máximo uma falta de vírgula. Foi uma ideia bem original fazer a história de uma professora se apaixonando pelo seu aluno, o sentimento foi bem explanado, mas acho que faltou usar mais os detalhes da imagem. Em suma, foi um bom texto, meus parabéns!

Avaliação Roteiro - Projeto Bloínquês.