sexta-feira, 22 de abril de 2011

" Um grande amor que recomeça "


Já estavam separados há algum tempo e quis o destino que voltassem a se encontrarem.

Wesley e Lívia compartilharam juntos muitas emoções, desejos e um mundo de planos e esperanças para o futuro. Envoltos em seus anseios profissionais e ainda jovens decidiram seguir suas vidas em separado.

Foram morar em países diferentes aceitando oportunidades de trabalho que pesava mais do que os sentimentos que sentiam um pelo outro. Eram jovens e cheios de sonhos a realizar e precisavam crescer e amadurecer como seres humanos e tentar conquistar o seu lugar ao Sol.

Por coincidência ambos vieram visitar seus pais, rever a família e a terra Natal na mesma época. Suas famílias moravam no mesmo bairro e um belo dia se encontraram fazendo a caminhada matinal. Ficaram por algum tempo sem palavras, olhos nos olhos, coração disparando até que se abraçaram carinhosamente e falando da saudade que sentiam e de suas vidas, enfim rolou um interminável papo.

Tinham muito que contar e aquele sentimento ainda mantinha a sua chama acesa o que logo foram combinando de saírem para jantar e continuar a conversarem.

Jantaram a luz de velas num restaurante a beira mar, conversaram bastante, dançaram juntando seus corpos e despertando o sentimento e desejo que ainda havia entre eles.

Depois do jantar foram caminhando pela orla abraçados, trocando carícias e beijos. Envolvidos nesse desejo terminaram fazendo amor com seus corpos sedentos de paixão. Estavam ali na mesma cama felizes e se olhavam sem saber o que falar de tanta felicidade.

Wesley sentou-se de lado na cama e olhando para Lívia disse:
- Meu amor como é bom estar aqui com você depois de tanto tempo afastado de você. O que aconteceu aqui só veio a confirmar que um grande amor não acaba nunca, nem pelo tempo e nem pela distância.

Lívia escutou aquelas palavras que a emocionaram demais e tocando suas mãos olhou apaixonadamente para ele dizendo:
- Comecei a lembrar apenas das coisas boas que nos cercavam, da maneira como você me tocava, das palavras ternas que dedicávamos um ao outro, do seu jeito de me olhar mostrando amor e desejo que me levavam nas nuvens. Amor foi como se eu pudesse sentir tudo outra vez, foi como se eu ouvisse novamente o som da sua voz penetrando os meus ouvidos.

Wesley ficou olhando e deixando Lívia falar porque era o que mais queria continuar ali ao seu lado para sempre.

E Lívia acariciando as suas mãos continuava a falar:
- Pensei que apesar de vivermos outras realidades hoje, que apesar de estarmos mais velhos, poderíamos ceder, sem nenhum temor, a este sentimento belo e forte que nos uniu um dia e que, pelo menos em mim, parece estar mais vivo do que nunca!

- Porque não podemos começar tudo de novo? Perguntou Wesley com firmeza.

- Wesley, meu amor, é o que mais quero nesta vida.

E depois dessa resposta não houve mais nada que pudesse separar aqueles dois que se entregaram aqueles momentos que pareciam não ter fim.

RSantos



20a. Edição Roteiro
Imagem Projeto
65a. Edição Musical
Pauta Bloínquês

A minha participação para a 20a. Edição Roteiro quando cheguei a comunidade para deixar o link já havia fechado e então retirei, mas só o fato de deixar aqui o o meu texto já me é gratificante.

Um comentário:

✿ chica disse...

Lindo conto com um final feliz! beijos,tudo de bom,chica