segunda-feira, 31 de maio de 2010

"PECADO DE AMOR"


Amor perfeito
seu coração encantou
não vendo defeito
mais do que depressa aceitou.

Amor de conto de fadas a fez princesa
dançando todas as valsas
só via alegria de tanta beleza.

Amor tão cego e cheio de paixão
deixou o pecado
em uma alma sem razão.

Como um raio fulminante seu amor foi embora
seu coração martelou uma vez, duro,
espremendo duas lágrimas quentes de seus olhos.

Grande foi a dor de ser abandonada 
de se sentir mal amada
e deste sonho ser castigada.
 
Existe algo tão triste
 que viver tão grande amor
que não resiste
a um Pecado de Amor?

Rene Santos 
46a. Edição Projeto OUAT

* poema versão 2"
(Imagens retiradas da NET)

Nenhum comentário: