quarta-feira, 7 de julho de 2010

"ENTREVISTA COM O CAMISA 1 DA SELEÇÃO"



Julio Cesar concede entrevista após eliminação do Brasil da Copa 2010


*****

Por Rene Santos






O goleiro Julio Cesar era um dos jogadores mais abatidos com a eliminação do Brasil na Copa do Mundo, após a derrota de 2x1 para a Holanda na sexta-feira pelas quartas de final.

Apesar de muito emocionado Julio Cesar, o camisa 1 da seleção, nos concede uma entrevista onde responde algumas perguntas manifestando o sentimento de decepção dos jogadores.

Revista BLQNews: Esse resultado foi surpresa para vocês jogadores da seleção?
Julio Cesar:“Todo jogador se emocionou depois do jogo, é um sentimento ruim, mas a maioria dos jogadores que vestem hoje a camisa da seleção não estão acostumados com isto. A maioria está acostumada a festejar, a comemorar títulos e realmente esta derrota foi um baque muito grande”.


Revista BLQNews: Acredita que esse lado emotivo tenha  inibido o jogador em campo?
Julio Cesar:“Os jogadores se emocionaram porque a gente sabe o quanto o torcedor estava esperançoso com o hexa, por aquilo que a gente mostrou em três anos e meio. Acho que este grupo conseguiu resgatar o gosto por torcer pelo Brasil, então fica o sentimento de decepção, de derrota, que é muito ruim."

Revista BLQNews: Este dia é um dos mais amargos da sua carreira?
Julio Cesar: Sim o mais amargo. Copa do Mundo é o patamar maior. Alguns aqui já eram campeões do mundo, mas pareciam na primeira Copa.

Revista BLQNews: Como você explica o lance do primeiro gol holandês?
Julio Cesar:“O grupo estava bastante confiante, estava bastante unido, mas futebol tem essas coisas. A gente tem de saber reagir. O mundo não acaba, mas a confiança do torcedor era grande na gente”
“No segundo tempo eles mereceram o resultado. O primeiro gol deu um baque na equipe em um lance que eu acabei me enrolando com Felipe (Melo) e errei a bola. A cobrança no Brasil sempre é grande, mas valeu por ter chegado até aqui”


Revista BLQNews: O que tem a dizer sobre a explusão de Felipe Melo após a virada holandesa que praticamente encerrou as chan ces de uma reação brasileira?
Julio Cesar: É um grupo. Futebol tem vários jogadores, não é tênis. Os 23 jogadores e mais a comissão técnica perderam. O Felipe Melo estava fazendo uma excelente partida. No primeiro gol, deu excelente passe para Robinho. Infelizmente a partida tomou caminho diferente do que esperávamos. Todos voltam para casa conscientes de que demos o máximo. Dar tempo ao tempo porque derrota vai machucar durante bastante tempo."


Revista BLQNews:Essa derrota deixou todos abalados e este lado emotivo você acredita que tenha contribuído para esse resultado?
Julio Cesar: “A Holanda soube aproveitar as oportunidades no segundo tempo e depois administrou o resultado. Sabemos que a confiança do torcedor é grande, mas futebol é 11 contra 11, e os holandeses mereceram o resultado. A derrota é de todo o grupo e não é possível apontar um ou dois culpados.¨

Revista BLQNews: O que tem a dizer aos seus companheiros neste momento?
Julio Cesar:¨Neste momento é preciso ter forças para se levantar porque é um trabalho complicado este que a gente exerce. A gente faz aquilo que a gente ama, que é jogar futebol, mas a vida reserva estes momentos. Acho que agora é tentar eliminar esta dor o mais rápido possível.”


Revista BLQNews: O grupo agora deve passar por uma grande provação na volta para casa. O que você nos diz?
Julio Cesar: “A cobrança no Brasil é muito grande, em todas as competições o Brasil entra para ganhar. Mas fica aí a tristeza de todos. Estou colocando minha cara à tapa, falando em nome do grupo. É um sentimento muito triste, pois estávamos todos confiantes no hexa”,


Revista BLQNews: Quais são suas palavras de despedida dessa Copa de 2010?
Julio Cesar: “A cobrança no Brasil é muito grande, e o Brasil se despede com três vitórias, um empate e uma derrota. Agora temos que dar tempo ao tempo, porque esta derrota vai ficar machucando por bastante tempo. É voltar para casa e receber o carinho e abraço dos familiares e esperar a ferida passar. Só o tempo apaga este tipo de derrota.”


Encerramos aqui esta entrevista com este campeão da última Copa das Confederações e destaque da equipe que liderou as Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo, Júlio César, a camisa 1 da seleção que sentiu demais o revés por 2 a 1 que encerrou o sonho do hexacampeonato mundial.


Fim da Copa para o Brasil

Edição Entrevista - Projeto Bloínquês

Imagens e pesquisas retiradas da NET

Nenhum comentário: