sexta-feira, 9 de julho de 2010

"O DESTINO SEMPRE NOS RESERVA SURPRESAS"


Eu estava no fundo do poço, estava em estado de choque pelos acontecimentos que ocorreram, nestes últimos dias. Precisava organizar meus pensamentos e acalmar meu coração para tomar um rumo na vida .
Foram tantas juras de amor, tantas promessas, tantos planos. Um noivado de alguns anos onde juntos compramos um apartamento, um enxoval quase completo, montamos nosso lar, sonhamos com nosso casamento, nossa lua de mel, nossa vida a dois com nossos filhos e agora isso tudo não existia mais.
O que aconteceu para que esse sentimento tão bonito tivesse um final tão seco, tão sem explicação. Ainda escuto ao longe a voz dele dizendo:
- Não vai haver mais casamento, pensei muito em tudo que vem acontecendo, nas inseguranças com a minha vida profissional e não estou preparado para assumir esse compromisso, falou friamente olhando para mim sem nem piscar os olhos.
Ainda perguntei sobre o nosso amor e ele simplesmente me respondeu:
_ O nosso amor foi tudo uma ilusão, o sentimento que tenho por você é de ternura, de amizade. A vida se encarrega de mudar o nosso caminho e assim partimos para uma nova vida, um novo desafio.
Não podia acreditar no que estava ouvindo, parecia um pesadelo ver o meu sonho de amor desmoronar. Como ele foi tão frio que ainda disse que precisava conversar comigo para acertar alguns detalhes e eu , transtornada , simplesmente respondi:
- Está certo, o que você quer de mim, me levar à loucura, já não basta o sofrimento que isso tudo está me causando?
Estava na casa dele, quando isso tudo aconteceu, e me disse que tínhamos que acertar sobre o apartamento e de tudo que havíamos comprado juntos e estava tão confusa que preferi não questionar, mas uma pergunta estava engasgada na garganta
–Para você esta seria a maneira rápida de terminar as coisas, não é?
Como ele estava sendo tão calculista, tão sem coração e não queria nem saber que motivos o levaram a tomar tal decisão, estava cheia de tristeza, de raiva no meu coração que não tinha mais espaço para esse amor - era uma página virada na minha vida.
Aquilo tudo estava me sufocando, precisava respirar um ar puro e com os olhos cheios de lágrimas peguei minha bolsa e sai correndo.
Já era noite e começava a chover parecendo sentir a tristeza que me destruía por dentro. Abrir o guarda chuva olhando para o vazio sem saber que rumo seguir, meus pés naquele asfalto gelado fazendo meu corpo tremer. Andando sem rumo, procurando um destino.
O destino sempre nos reserva surpresas que o tempo se encarrega de curar todas as mágoas e feridas deixadas pelo caminho. A vida sempre nos leva a outros caminhos onde renascemos com mais força , com mais experiência transformando as tristezas do passado em simples lembranças.

Rene Santos
 
6a. Edição Imagem com frase
(Imagens retiuradas da NET)

Nenhum comentário: